IV Conferência Estadual de Conservação de Solo e Água aconteceu em Porto Alegre

O auditório do Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul (SENGE-RS), em Porto Alegre, recebeu a IV Conferência Estadual de Conservação de Solo e Água. O evento é realizado anualmente no dia 5 de dezembro, data em que se comemora o Dia Mundial do Solo e integra as atividades do Programa Estadual de Conservação do Solo e da Água – Conservar para Produzir Melhor.

A conferência objetivou contemplar as ações realizadas em 2018 e projetar o que pode ser aprimorado em 2019. Participaram da cerimônia de abertura o secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), Odacir Klein, representando o governador José Ivo Sartori, o deputado Ernani Polo, representando a Assembleia Legislativa, o presidente da Emater/RS, Iberê de Mesquita Orsi, Ivo Lessa, presidente da Sociedade de Agronomia do RS (SARGS), o promotor do Ministério Público Estadual, Daniel Martini, e representando as secretarias estaduais de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), o secretário adjunto Claudemir Locatelli, do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema), o chefe da Divisão de Licenciamento Florestal Diego Melo Pereira, e da Educação (Seduc), a coordenadora da Divisão da Diversidade e Direitos Humanos, Sônia Lopes dos Santos.

Representando o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, o Secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Odacir Klein, destacou em sua fala a grande interação entre as entidades públicas, como EMATER e Embrapa, além das equipes das secretarias e a SARGS na parte técnica do programa, conduzindo os cursos e dias de campo; e também da Syngenta, como empresa privada patrocinadora, demonstrando sua preocupação com a conservação do solo e da água por meio deste apoio, que torna possível a execução das atividades. “O programa é de grande importância e da maior responsabilidade. Cada entidade tem um papel importante na realização deste grande programa, que viabiliza todas as atividades que já foram realizadas”.

Em nome da presidência da Assembleia Legislativa, o Deputado Ernani Polo, que era secretário da agricultura durante a criação do programa, disse que o “papel de levar conhecimento ao produtor rural é do poder público junto com a iniciativa privada. A falta do alimento traz consequências gravíssimas. Temos grande potencial para produção, mas podemos aumentar, cuidando do solo”.

Ao longo da programação do evento, cada instituiçõa teve um momento de fala e apresentação dos resultados de ações desenvolvidas ao longo de 2018. No turno da tarde, a SARGS promoveu a palestra “Mude padrões e transforme atitudes”, conduzida pelo coach Jader Denicol do Amaral, da Cereus Treinamentos.

O encerramento da atividade se deu sob coordenação de Edemar Valdir Streck, da EMATER/RS, que defendeu a organização e participação efetiva de todas as entidades e a regulamentação do programa, através de termo de cooperação entre as entidades parceiras. Pedro Selbach e Humberto Dauber, em nome da SARGS, reafirmaram a agenda de atividades alinhadas para o primeiro semestre de 2019, com a realização de 02 cursos de agricultura conservacionista e dias de campo nas regiões de Três de Maio, em fevereiro; e em Santa Maria, entre os meses de abril e maio. Também será feito um curso para professores das universidades que ofertam cursos de Agronomia no estado, com previsão de acontecer no mês de março, em Passo Fundo. Demais ações ainda podem ser analisadas e organizadas, a partir da parceria da SARGS com as entidades públicas envolvidas no programa e com o patrocínio da Syngenta.

PROGRAMAÇÃO

LISTA DE PRESENÇA

PALESTRAS: Amanda Fadel  – Ana Assad – Denardin – Diego Pereira – Maria Elisabete Bonatto – Marlon Arenhardt – Pedro Selbach – Valdomiro HassJader Amaral  – Streck – Todas as palestras

GALERIA DE FOTOS

SARGS ® 2012