Dia de Campo sobre Agricultura Conservacionista em Sertão Santana

Neste mês, a Sociedade de Agronomia do Rio Grande do Sul (SARGS), em parceria com a EMATER e com patrocínio da Syngenta, promoveu um dia de campo no município de Sertão Santana. A atividade é parte integrante do Programa Estadual de Conservação do Solo e Água e apresentou aos participantes técnicas de agricultura conservacionistas e seus resultados.

A ação envolveu, aproximadamente, 450 produtores, que vieram de 11 municípios da região. O foco foi o plantio de fumo, atividade principal da propriedade que sediou o dia de campo. Foram montadas seis estações, por onde todos os visitantes passaram para ouvir rápidas palestras e demonstrações na prática: 1 – Apresentação e Gestão da Propriedade; 2 – Gestão Ambiental e depósito de agrotóxicos; 3 – Projeto Colmeia Viva (Sindiveg e Syngenta); 4 – Gestão Ambiental pelo CAR/PRA; 5 – Sistema de irrigação e Fertirrigação; 6 – Conservação de Solo.

De acordo com Clair Schäeffer, técnico do escritório da EMATER de Sertão Santana, as técnicas apresentadas são fundamentais para que o produtor possa atingir melhores resultados, até mesmo nas pequenas propriedades. “Somos muito agradecidos aos parceiros como a SARGS e a Syngenta, que foi nossa patrocinadora. Foram fundamentais para a realização deste evento em Sertão Santana”, declarou.

“Iniciativas como essa são simples e, ao mesmo tempo, elevam a qualidade do plantio e viabiliza a perpetuação das boas práticas junto a produtores rurais. Projetos como esse reforçam os compromissos assumidos pela Syngenta por meio de nosso Plano de Agricultura Sustentável”, explica Tiago Noronha, Gerente de Assuntos Públicos da Syngenta.

“Essa metodologia viabiliza e reforça o intercâmbio entre agricultores e técnicos, que é muito proveitoso para os pequenos produtores”, destaca.

LISTAS DE PRESENÇA:    Lista 1         Lista 2

ENTREVISTAS:       Clair         Nadir 

GALERIA DE FOTOS

SARGS ® 2012