Agronomia Tronco

A complexidade na realização das obras de Agronomia, permite identificar não ser possível um profissional sem a formação científica sólida a interferir no meio ambiente, ou seja, no agroecossistema sem gerar um passivo ambiental com irreparáveis danos. A matriz da Agronomia é o solo, o ar, a água, as plantas, os animais, os fenômenos naturais e toda atividade desenvolvida pelos profissionais desta ciência que guarda uma relação de plena harmonia com todos estes elementos. Porém se não os compreender em profundidade é impossível criar e engenheirar projetos agrícolas de acordo com a realidade de cada ambiente desta imensa área agrocultural que forma o Brasil.

Por esta razão, a discussão desta proposta de Agronomia Tronco é imprescindível antes de pensar em qualquer modificação na Resolução 218/73, para tanto é necessário um grande esforço para que as universidade e as escolas, através dos professores, diretores, coordenadores de cursos, estudantes (diretórios acadêmicos, federação de estudantes), profissionais e suas organizações, Conselheiros Federais e Estaduais, Presidentes dos CREAS e CONFEA elejam com prioridade esta discussão, na busca de termos profissionais respeitados pela sua competência e um sistema de fiscalização fortalecido.

Agronomia 28 06 05

Proposta Curricular- Agronomia Tronco

Apresentação da Proposta Curricular de Agronomia Tronco

Relatório_SP

SumAgro 02-05